quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Promessas de ano novo

Mais um ano termina e está na hora das promessas que nos fazemos todo ano e que tentamos cumprir. As que vou fazer aqui são relacionadas ao blog, e você faça as suas pessoais. No final de 2009 vamos conferir quantas foram cumpridas à risca e quantas vão ficar para 2010.

  • fazer uma postagem diária
  • não falar só mal dos homens, procurar coisas boas também
  • procurar mais soluções em vez de apontar só os problemas
  • interagir com os leitores
  • responder os comentários também por email (deixe o seu quando comentar)
  • organizar o blog
Vamos deixar essa postagem aqui pra conferir no final de 2009!

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Homem genérico

Sabe quando você vai à farmácia comprar um remédio e o remédio está muito caro, então o farmacêutico diz que tem um igualzinho, mesma fórmula e efeito, só que muito mais barato? Então você faz as contas e fica toda feliz com a economia, leva pra casa. Mas aí descobre que o medicamento não é exatamente a mesma coisa e que tem mesmo o princípio ativo do outro que você ia comprar, só que não tem analgésico? E aí você vai ficar curada sim, mas vai doer até sarar.

Quando isso acontece com remédio é só voltar à farmácia e trocar o produto, mas quando acontece com homem você vai ter dor-de-cabeça e não vai sarar. Ter um homem genérico em casa é chamar problemas e se você não for masoquista, não vai querer cair numa dessas, não é?

Fique atenta, o homem genérico não vem com aviso nem tarja especial, mas dá seus "sinais", então vamos ver quais são eles:

  • não telefona no dia seguinte
  • esquece seu nome
  • esquece seu aniversário
  • não nota quando você muda o cabelo
  • não vai com a cara dos seus amigos
  • não conhece os seus gostos
  • não faz o mínimo esforço pra te agradar
  • recebe ligações suspeitas no celular
  • é evasivo quando você fala no "futuro da relação"
  • nunca discute a relação
  • não admite um erro nem que a vaca tussa
  • está sempre com a razão
  • adora fazer drama
  • faz chantagem sentimental
  • chega atrasado aos encontros
  • sai com os amigos no final de semana
  • gosta mais de futebol que de você
  • te critica na frente dos outros
  • bota defeito na sua comida
Se você está com um genérico aí, corra pra trocar! Passe pra sua melhor inimiga! Empreste! Doe pras vítimas da enchente de Santa Catarina! Dê pro Green Peace reciclar! Faça qualquer coisa, mas livre-se dele urgentemente.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, PROCURE UM MÉDICO!

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Colírio - Brad Pitt


Gosto dele como ator, independente de ser bonito, mas que enche a telinha, não há como negar, não é? Tem fama de bom moço mas uma carinha de safado, fica bem em papel de bandido também, para aquelas que gostam dos bandidos é uma perdição.


Fala sério, alguém está vendo algum defeito? Se tem, está bem escondido...


Sortuda é a Angelina Jolie...

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

domingo, 28 de dezembro de 2008

Dedo podre

Todas nós temos pelo menos uma amiga com dedo podre pra escolher namorado. E escolhe a dedo mesmo, um pior que o outro, quando você menos espera ela te liga chorando porque algo deu muito errado.

E não adianta dar conselho, ela só tem olhos para os homens errados. Eu tinha uma amiga que se gostasse de um homem, era batata... era casado. Outra que só arrumava homens mulherengos, vivia às turras com eles. Tem mulher que só arruma homem vagabundo, que não gosta de trabalhar, louco pra que o mundo acabe em barranco, pra morrer encostado. Conheci uma que só paquerava gay. E por aí vai. Não contentes de ter dedo podre ainda se especializam num certo tipo de homem errado. E não adianta dar tudo pra trás, não aprendem a lição. Parece que à frente delas existe uma fila de homens tortos, quando terminam com um já vão logo berrando: "o próximo!"

Existe até um estudo, mulheres muito inteligentes fazem escolhas erradas, o que prova que não tem nada a ver com o QI da pessoa. Imagino que tenha a ver com o emocional, sabe... tipo trauma de infância. Só pode ser porque todo mundo está vendo que o cara não compensa e ela ali, investindo na relação que já começa furada.

Se você conhece alguém assim - ou se você é assim - tome cuidado! Dedo podre é uma sina que muitas mulheres carregam pela vida toda. Mas não precisa ser assim. Afinal temos cérebro pra que? Não pode ser só pra separar as orelhas, não é?

Então raciocine comigo: se a mulher se apaixona só por homens errados é porque escolhe com o coração - e desliga o cérebro! Quando descobre que o cara não vale nada já está tão cega de paixão que nem adianta mais falar nada porque ela não vai querer ouvir.

Existem dois estágios de "dedo podre" e são mais ou menos como os do alcoolismo: a compulsiva e a conciente. A compulsiva é aquela que nem nota que vive num círculo vicioso, caindo sempre na mesma armadilha. Para ela isso é "sina", "mau olhado" ou o nome que se queira chamar. Ela nem vê que quem escolheu foi ela. Antes que ela acorde pra vida nada pode ser feito, ela vai bater a cabeça mil vezes e voltar sempre no mesmo lugar.

A consciente já percebeu o problema e sabe que alguma coisa está errada e mostra-se aberta para admitir de que o erro está nela. Quando você admite que tem um problema, deu o primeiro passo para a cura. Nesse caso o melhor é "levantar a ficha" do indivíduo antes de se envolver com ele. Pode parecer um tanto frio e impessoal, mas se levantamos a ficha de uma empregada, porque não levantar a ficha de um indivíduo antes de dividir o leito com ele?

Se é público e notório que seu "pretendente" enchia a cara das ex de porrada, pra que é que você vai se envolver com ele? Só pode ser porque quer levar porrada também, na minha opinião. O passado conta pontos, e se um homem bateu em TODAS as mulheres dele, porque não vai também bater em você?

Mulher de dedo podre é como serial killer, costuma repetir sempre um padrão, como eu disse é um círculo vicioso. Deviam inventar um telefone, tipo CVV pra onde a mulher ligasse quando percebesse que estava prestes a se envolver com um cafageste. E deviam dar plantão 24 horas.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

sábado, 27 de dezembro de 2008

Pra que serve um marido?



Vi lá no blog Testosterona - Pra que serve uma esposa? e achei engraçado. Homem reclama de barriga cheia, mas resolvi topar a brincadeira (porque não pode ser levado a sério mesmo). E fiquei aqui me perguntando pra que serve um marido. Ele lá achou dezenas de coisas - e disse que ainda havia mais 1 milhão. Não acho que seja inútil coçar as costas nem limpar a sala mas, enfim...

Não que sejam todos os maridos, vejam bem, o meu está fora dessa lista, mas em geral esses "maridos genéricos" que andam por aí, pra que servem?

  • bagunçar a casa
  • espalhar roupa por cima dos móveis
  • enfiar meias sujas dentro dos sapatos
  • enrolar os tapetes da cozinha com os pés
  • jogar água por todos os lados no banheiro (e não enxugar)
  • pedir tudo na mão quando você está ocupada
  • dizer que está com fome
  • dizer que está cansado
  • dizer que está com sono
  • reclamar que está sem sono
  • reclamar que trabalha demais
  • dizer que você não faz nada o dia inteiro
  • botar defeito em tudo o que você cozinha
  • raspar o prato
  • deixar o prato em cima da mesinha da sala
  • deixar o cinzeiro e o copo de cerveja no chão pra você tropeçar
  • tirar folga no dia da faxina
  • carregar sacolas
  • pagar as contas
  • paquerar a vizinha
  • paquerar suas amigas
  • hostilizar seus amigos
  • fazer interrogatório sempre que seu celular tocar
  • fuçar nas suas ligações recebidas do celular
  • fuçar nas suas ligações originadas do celular
  • fuçar sua agenda de telefones
  • fuçar seu orkut
  • ignorar seu corte de cabelo novo
  • roncar quando você quer dormir
  • querer sexo quando você quer dormir
  • roncar quando você quer sexo
  • terminar quando você quer mais sexo
  • deixar todas as luzes acesas
  • encher os cinzeiros de bituca
  • sujar todos os copos da casa
  • perguntar onde estão suas meias
  • perguntar onde estão suas camisas
  • perguntar que horas você volta
  • perguntar aonde você vai
  • perguntar aonde você foi
  • perguntar quem estava lá
  • segurar sua mão em enterros
  • levar o lixo pra fora
  • levar o cachorro pra passear
  • dar banho no cachorro na banheira limpinha
  • lavar o carro na garagem limpinha
  • usar o seu xampú
  • comprar lâminas de barbear
  • choramingar quando está doente
  • mijar na tampa do sanitário
  • bagunçar toda a cozinha pra fritar um ovo
  • reclamar do seu esmalte
  • reclamar do seu baton
  • reclamar da sua roupa
  • reclamar...
Falando sério: quem é que precisa disso?

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Mensagem de Natal

Feliz Natal a todos os leitores e visitantes do blog!


assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

domingo, 21 de dezembro de 2008

Incursões culinárias

Mais uma incursão culinária, dessa vez partilhada com meu filho Juninho (que de "inho" só tem o apelido). Mais detalhes no blog Nos mínimos detalhes.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Feminista

Ele já foi chamado de movimento das “mal-amadas” e associado a mulheres homossexuais. Recebeu mais ataques do que elogios, mas foi o motor de conquistas inegáveis para as mulheres. Gostem ou não, o feminismo, termo usado pela primeira vez nos anos 30 do século 19, continua a todo vapor.

Leia mais no blog do Favre, A nova onda feminista

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

sábado, 13 de dezembro de 2008

Mulher + celular = caso de amor



Se você está esperando uma história cabeluda sobre um caso de amor que aconteceu via celular pode ir tirando o cavalinho da chuva minha amiga, pois não é sobre nada disso que eu vou escrever. Eu quero falar é do caso de amor que muitas mulheres têm com o próprio celular. Antigamente a mulher não saía de casa sem seu baton, hoje em dia duvido que se aventure no mundo exterior sem seu amigo e companheiro celular.

Não sei quanto às outras, mas falo por mim, meu celular está sempre a menos de 2 metros de distância de mim. Já se disse que os diamantes são os melhores amigos das mulheres, mas pra que servem os diamantes senão para ostentar uma riqueza que nem sempre é real e atrair a inconveniente atenção dos amigos do alheio? Mas celular não, serve pra quase tudo!

Sabendo usar você tem quase tudo no seu celular: suas senhas, horóscopo, notícias, músicas favoritas, vídeos. Dá até pra telefonar. E mandar mensagens! Ah, eu já fui viciada em SMS, no tempo em que ainda namorava meu atual marido. O que a gente gastava em mensagens todo dia era um desparrame!

O celular faz com que você esteja sempre antenada com o mundo e ligada a todos os que ama, simplesmente gosta ou detesta e pode acessar qualquer um deles bastando para isso digitar alguns números. E com o celular acaba aquele negócio de "esperar chamar". Você liga e sabe que quem vai atender é a própria pessoa com quem vai falar.

Eu gosto tanto de celular que não tenho só um: tenho 2 da Claro, 1 da Tim e 1 da Oi. Sabe como é, medo de algum deles dar pau e ficar na mão. Mas não ando com todos, claro. Celular pra mim já é mania, nem é mais meio de comunicação.

Quem pensa que celular só serve pra telefonar está por fora, ele também é uma diversão. Se você está numa sala de espera de dentista pode ficar jogando no celular. Ou ouvindo música no metrô. Ou vendo uns vídeos na hora do almoço. Pode também gravar uma aula e escutar depois, quando estiver de folga. Dá pra fazer inúmeras coisas e o limite é a sua imaginação.

Hoje em dia há diversos modelos e dependendo do como você vai usar e sua disponibilidade financeira, dá até pra ficar indecisa. Alguns adoram fotografar ou filmar tudo o que vêem de diferente e há modelos no mercado perfeitos, com câmeras melhores até do que as câmeras digitais. Outros são especializados em som e têm muitos recursos, você pode ouvir de várias maneiras, fazer listas personalizadas e executá-las da forma que quiser. Alguns gravam conversas telefônicas, editam fotos, fazem slide-shows, tudo o que você imaginar. Já tem até celular que acessa internet e messengers, manda emails. Dá até pra postar em seu blog do celular, ler e mandar scraps do orkut.

Nossa, dá pra fazer quase tudo com celular, como eu disse, dá até pra telefonar. E acho que é por isso que as mulheres têm uma quedinha toda especial por esse aparelho. Em nossa bolsa levamos maquiagem, dinheiro, cartões, e coisas que até Deus duvida. Mas com certeza há sempre um cantinho especial reservado para o celular.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

domingo, 7 de dezembro de 2008

A dependência masculina

Os homens dizem que não querem se amarrar, que detestam compromisso e que gostam da vida de solteiros, mas se formos analisar bem quem precisa casar são eles e não nós. As mulheres são auto-suficientes, conseguem manter-se com o próprio trabalho e ainda por cima quando chegam em casa são capazes de organizar tudo, lavar, passar, cozinhar. Não morrem de fome sem saber fritar um ovo nem precisam pedir para ninguém lavar suas cuecas. Mesmo porque nem usamos cueca. Sabemos passar lindamente nossa roupa e deixar a casa limpinha.

Sexo? Ah, tá. Mulher também não precisa casar para isso. Se for o caso sempre haverá dezenas de cavalheiros gentis (ou não tão gentis, conforme o gosto da mulher) para satisfazer seus desejos - digamos - mais profundos. E a gente nem tem que fazer nada, basta ficar lá num canto com ar de pouco-caso e de entediada que logo surge um rapaz crente que vai fazer a conquista da noite. E ainda podemos escolher!

Se o cara não for lá muito bom no negócio nem precisamos nos incomodar porque ele vai ficar fazendo birrinha e não vai telefonar no dia seguinte - ainda bem! E se for ruim mesmo, bem chato e ainda por cima não der conta do recado, damos o telefone da arqui-inimiga e fica tudo certo.

Eu, hein? Quem é que precisa casar? E casar pra ter um chato querendo governar nossa vida? Quem devia implorar pra casar eram os homens, esses sim uns eternos bebezões dependentes de alguém que os lave, alimente, lave suas roupas e ainda por cima diga que está com dor de cabeça 3 dias por semana pra não sobrecarregar muito, sabe como é...

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Desbancando o marido Tirano

Marido tirano é uma sina, ninguém merece. É coisa de karma mesmo, se você tem um assim, antes de tudo aceite minhas sinceras condolências, amiga. Quando você morrer vai direto pro céu.

Mas como a hora não chegou ainda e até lá tem chão, vamos dar um jeito nesse caso. Infelizmente marido tirano não tem cura, tem apenas tratamento paliativo. Você vai ministrando analgésicos porque a dor nunca passa. De uma hora para outra ele pode reincidir em seus ataques de autoritarismo e aí não há quem segure.

Você tem que aprender a neutralizar esses ataques. Em primeiro lugar mantenha a calma. Como ele perde a cabeça facilmente, quem tem que manter a cabeça fria é você, assim se mantém no domínio da situação. Não adianta bater pé e teimar com ele, isso só vai piorar as coisas.

Mulher inteligente age na surdina, como faziam nossas avós. Vá aos poucos implantando idéias na cabeça dele, vá alimentando e quando ele tiver digerido bem a coisa vai achar que a idéia é dele! Se ele não gosta de celular, por exemplo, insinue que um celular serviria para chamar os amigos para o futebol aos domingos, ou para checar se já estão chegando. Ele é um homem ocupado, melhor ter um celular pra não ter que ir aos lugares checar se tudo está certo. Com um celular ele poderia controlar (e está aí uma palavra que ele adora) todo mundo sem ter que sair do lugar. O celular é uma espécie de "controle remoto" de pessoas.

Vá a cada dia implantando uma dessas idéias na cabeça dele, muito sutilmente e assim como quem não quer nada, e pra não dar muito na vista, ele pode ser tirano mas de bobo não tem nada. Vai que um dia ele vai dizer: andei pensando, um celular seria muito útil para checar se os amigos já estão a caminho com a cerveja, para checar se tudo está certo sem ter que ir pessoalmente - já que sou muito ocupado, como sabe - e para controlar o pessoal do escritório, aqueles folgados.

Nessa hora fique de boca fechada, nada de dar pulos e dizer que foi você que disse tudo isso ou vai melar. Infelizmente pra cada novidade que você quiser implantar vai ter que fazer uma campanha dessas, digna das melhores agências de propaganda do país.

Bem que se disse que para manejar esses homens difíceis só mesmo com muita esperteza e jogo de cintura. Mais detalhes sobre o tipo que você tem em casa no blog Sobre Homens e Mangas.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Você tem um paranóico em casa? Afff.....

Antes de mais nada, identifique se você é mesmo a feliz (?) possuidora de um autêntico paranóico. As características principais do tipo em questão estão especificadas e exemplificadas no blog Sobre Homens e Mangas.

O que falta no paranóico é o tal do sitocômetro, ou veio com defeito de fábrica ou acabou enferrujado por falta de uso. O que ele precisa entender é que a CIA não está nem aí pra ele, o FBI nem sabe que ele existe, a INTERPOL não sabe xongas da vida dele nem quer saber e a Polícia Federal acha que ele é um merda.

Na falta de um sitocômetro que preste, faça você o papel de advogado do diabo e quando ele vier com a paranóia dele de achar que há uma conspiração universal contra ele, diga apenas, com uma cara de "nem te ligo": pra quê? E quando ele perguntar todo desorientado o que você quer dizer com isso, explique. Diga que isso tudo é falta do que fazer, falta de objetivo na vida. Que ninguém vai perder tempo fiscalizando a vida dele. E o que a vida dele tem de tão especial? A troco de que alguém iria perder tempo - cá pra nós, é um baita de um tempo perdido mesmo - pra descobrir o que ele anda aprontando? A não ser que ele tenha dado sumiço em milhões de dólares de um banco suíço e você não esteja sabendo.

Aí a coisa muda de figura, melhor VOCÊ espalhar umas câmeras aí e passar a vigiar o gajo, passar pente fino nos documentos dele, ler o que entra e o que sai de sua casa, seja por via correio, internet ou mesmo no saco de lixo. Será que tinha só lixo naquele saco mesmo? Ele anda com atitudes suspeitas? Batata, logo vi... Aí tem.

Hmm... mas do que era mesmo que a gente estava falando????

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Como lidar com o reacionário

Virar moderninha do dia pra noite só vai fazer com que o reacionário bote a boca no trombone e estrile mais que nunca. Vá com calma com o tipo, o negócio é agir na surdina.

A maioria dos ataques de nervos do reacionário são porque ele rejeita a tecnologia e o pensamento modernos. E rejeita porque não sabe como lidar com eles. Com paciência, aos poucos, você poderá mostrar ao seu mal-humorado troglodita que a tecnologia está aí para tornar a vida mais fácil.

Ensine-o a usar o microondas e ele vai ficar todo feliz ao perceber que não vai mais morrer de fome quando você tiver que viajar para visitar sua mãe. Ele vai ficar tão bobo que vai querer esquentar tudo, tome cuidado pra ele não enfiar seu gato de estimação (que ele detesta) no forno "por engano".

Leve as roupas dele ao alfaiate e mande ir baixando a cintura das calças e dando uma modernizada no resto aos poucos. Leva tempo para ele se acostumar, quando perceber já estará usando camisa rosa e calça de cintura baixa. Esse homem precisa de tempo para se adaptar, você vai conseguir tudo o que quer, contanto que vá aos poucos, sem ele perceber. Vá comendo pelas beiradas que seu sucesso é garantido. Mais informações sobre o tipo no blog Sobre homens e mangas.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Homem das cavernas - domando o Brucutu

O Brucutu parou no tempo e acha que tudo vai permanecer imutável para sempre. Seu jeito de encarar o mundo mostra que já parou de evoluir e pretende esperar a morte. De preferência sentado em sua poltrona favorita em frente à TV e tomando uma cerveja gelada. Trazida por você.

Vamos, mulher! Liberte-se desse jugo e ponha mãos à obra. Comece escondendo o controle-remoto da Tv, ele vai se desestruturar. Comece a freqüentar o salão de beleza, a academia. Peça às amigas para ligarem para você e faça de conta que é um homem. Deixe-o com a pulga atrás da orelha.

Mude o visual, nada deixa homem mais inseguro que mudança no visual da mulher, principalmente o seu tipo de homem das cavernas. Esconda os palitos de dente e compre-lhe cuecas apresentáveis, do tipo coladinho. Comece a falar em seu instrutor da academia o tempo todo, quem sabe ele se toca e comece a se exercitar também.

Quando ele quiser vencer uma discussão no grito, não discuta. Concorde mas faça tudo do seu jeito depois. Mostre que não está nem aí com o berreiro dele, se quiser ficar rouco de tanto berrar o problema é dele. Com o tempo ele vai perceber que mulher não é saco de pancadas, nem empregada, nem tem obrigação de pajeá-lo 24 horas por dia.

Delegue tarefas para ele, se não cumprir as dele não faça as suas. Não botou o lixo pra fora? Hoje não tem jantar. Não lavou a louça? Uma semana sem lavar a roupa dele. Ensine-o a negociar para conseguir o que quer. Preencha a lacuna que a mãe dele deixou e ensine-o a dizer "por favor" e "obrigado".

Assim que o tratamento estiver surtindo efeito você poderá ir soltando as rédeas aos poucos. Brucutu que se preza costuma gostar de ser mal-tratado, portanto não costuma regredir a estágios anteriores. Ah, e compre um remédio para gases e faça-o tomar em jejum. Qualquer dúvida quanto às características do Brucutu, cheque o Sobre homens e mangas.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Remasterizando o seu homem

Dizem que há 10 mulheres para cada homem e se você acha que o seu deve ser gay ou ter nascido na Arábia Saudita porque não apareceu ainda, não se desespere. Sempre há como consertar algum lixo que ficou por aí e ninguém quis, transformando-o em algo que valha a pena chamar de seu.

E se você é daquelas azaradas que vai em rifa e só ganha enfeite de geladeira, com certeza em matéria de homem não deve fugir à regra, aposto 2 contra um que tem a seu lado um legítimo representante do homem das cavernas.

Calma, não se assuste, eles ainda existem sim, estão vivinhos da silva e circulando entre nós. Fazem uma propaganda enganosa danada, mas se você não quer abrir mão do que é seu nem deixar para a concorrência (que está acirrada, não convém bobear), e como nada garante que largando mão desse vá arranjar algo que valha mais a pena, o negócio é entrar na onda da modernidade e reciclar.

Reciclar é pegar tudo o que você não usa mais ou que não presta e torná-lo apto para ser reutilizado. Já que não dá pra transformar um marido em um vaso de flores (nem pra isso ia servir) que tal reformar seu homem das cavernas? Não que depois do tratamento ele vá ficar assim aquela Brastemp, mas vai ficar um pouco melhor, já que pior está difícil, se não impossível.

Já que piorar não dá, que tal tentar aqui as dicas de uma mulher que passou como você por esse tormento constante que é a convivência com um homem das cavernas? Não vai doer nadinha (pelo menos não em você) e quem sabe o seu esposo aí não seja ainda um caso perdido e tenha uma pequena chance de recuperação.

Como o assunto é extenso, vamos por partes como bem já dizia Jack, o estripador. E ele tinha toda a razão, portanto vou publicar uma postagem por dia e você querida leitora vai seguindo aí e depois me diga se deu certo.

Identifique primeiro o tipo de homem das cavernas que você tem em casa. Para isso consulte o blog Sobre homens e mangas, e depois aplique o tratamento recomendado. Mas vai sem dó porque eles merecem, ah se merecem!

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

domingo, 16 de novembro de 2008

Vai com jeito, minha filha!

Tudo bem que você está louca pra agarrar um homem e nessa altura do campeonato serve qualquer um, até viciado em truco você está pegando. Já fez novena pra Santo Antônio e macumba na encruzilhada, tudo por um marido. Está louca pra sair do rol do GESA (Grupo das Encalhadas Sociedade Anônima), mas vai com jeito, não vá jogar contra o patrimônio. Homem é bom sim, e eu concordo que nos dias de hoje é um artigo indispensável, quase tanto quanto um cabeleireiro confiável, mas não se pode ir com muita sede ao pote.

Veja você, homem é o bicho mais do contra que já existiu na face da terra, então quanto mais interessada você se mostrar, mais eles fogem. Desesperada como você já deve estar então, sem chance. Tudo o que você precisa é aquele ar de pouco-caso que as que eles chamam de "gostosas" têm. Tipo "não tô nem aí".

No primeiro encontro diga que está a fim de passar o tempo, que acha casamento uma instituição ultrapassada e que namorar nem pensar, nada a fará abrir mão de sua liberdade. Ele vai cair que nem um patinho. Mas esteja certa de usar a tática com algo que valha a pena. Tudo bem que a situação já é de emergência, mas tem uns tipos que ninguém merece! Eu mesma preferia morrer solteirona encalhada e virgem encroada que encarar um tipo desses pela frente. Se eu e um dos representates de certos "tipos" masculinos estivéssemos em uma ilha deserta, juro que me afogaria!

Antes de jogar a rede, analise primeiro se o homem que você está pretendendo amarrar não é um daqueles "homens das cavernas" que sobrevivem até os dias de hoje. Os cientistas que dizem que estão extintos não sabem de nada, nós é que convivemos com eles é que sabemos. E se você foi vítima de propaganda enganosa e acabou com um homem de nearderthal em casa, calma! Para tudo há um jeito! Nas próximas postagens vou ensinar direitinho como domar e amansar um tipo desses.

E você, minha amiga, se for um caso de absoluta urgência, pode remasterizar um homem das cavernas com as dicas que vou dar aqui e tentar a sorte. Mas lembre-se: é por sua conta e risco, pois não aceitamos reclamações posteriores.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

sábado, 15 de novembro de 2008

Chega de reclamar!

Onde já se viu, os homens reclamam do tempo e do dinheiro que gastamos nos embelezando, e esquecem-se que fazemos isso para eles! Ok, isso não é bem verdade, nós sabemos que nos embelezamos fundamentalmente por 3 motivos:
  • superar a concorrência
  • ficar em paz com o espelho
  • agradar aos homens de modo geral e ao nosso em particular
Mas isso é entre nós, ele não precisa saber disso. Pois partindo do princípio que lá em terceiro lugar está o objetivo de agradá-los, não estamos mentindo, certo? De qualquer forma, o que eles pensam? Que nascemos lindas assim como somos? Eles precisam saber que não, que para ficar lindas assim temos que fazer muitos sacrifícios e passar por muitas provações.

Vá um homem fazer depilação, já parava no primeiro fio de sobrancelha, agora imaginem uma depilação total com cera fria? Já houve um personagem, a tal da Tiazinha, que castigava os homens com um chicotinho e um adesivo de cera, depilando uma parte do corpo dos homens. Se eles pensam que nascemos de perna lisinha, até que nascemos mesmo, mas depois de alguns anos temos que arrancar cada fio na cera! Olha só o sacrifício que fazemos para ficarmos agradáveis ao tato!

Agora ficar horas sentada numa cadeira pra arrumar o cabelo, primeiro vai tinta com cheiro de amônia (40 minutos), banho de creme, besuntada com uma gosma malcheirosa e grudenta com uma touca ridícula na cabeça esquentando as orelhas (1/2 hora), depois escova com vento quente na cara e puxa-estica (1 hora), mais prancha que corre o risco de fritar nossa orelha (1 hora) e no final ainda pagamos uma pequena fortuna, saímos até com as pernas dormentes de tanto esperar. Aí chega em casa o cretino nem percebe a mudança e se ficamos p da vida ainda dizem que é TPM!

E algumas ainda têm que malhar por horas na academia pra ficarem com tudo em cima e entrarem nas roupitchas que ele acha tão bonitas. E fora as privações pra manter a silhueta em forma: nada de chocolate, sorvete... ai, ai. Como homem dá trabalho.

Mas pera lá. E depois eles ainda reclamam? Quem devia reclamar éramos nós, já que temos que amargar todas esses procedimentos, ainda por cima passamos por esbanjadeiras de dinheiro e mal-humoradas. Ora, abaixo o jugo masculino! Vamos desfilar por uma semana do jeito que a natureza nos fez até que ele passe por nós fazendo o sinal da cruz e dizendo: vá de retro satanáz. Aí eles vão ter que implorar de joelhos pra que voltemos ao salão de beleza! E vão ter que pagar a conta.


assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Loucas, nós?

Dizem que somos loucas, mas eu discordo. Só porque somos um tantinho assim instáveis por causa das mudanças hormonais? Que nada, é coisa pouca...

Só porque num dia estamos cantando alto sozinhas na cozinha e no dia seguinte damos chute até na sombra, isso não significa que somos loucas. E nem se formos à boutique mais cara da cidade e comprarmos tudo o que der na telha comprometendo o salário de um ano inteiro e o décimo-terceiro. Ou se formos ao salão e ficarmos uma tarde inteira arrumando o cabelo e depois lavar tudo quando chegarmos em casa se por acaso não gostarmos. Nem se custar os tubos.

E também podemos perfeitamente comprar um vestido caríssimo que nunca sairá da gaveta, e daí? E depois comprar outro igualzinho ao primeiro. Ou comprar um que seja um número menor pra quando fizermos dieta.

Que que há demais nisso? São coisas que só outra mulher irá entender, mas loucas nós não somos.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Casou pra ter empregada?

Desconfie de homem que quer casar muito depressa, vai ver só está querendo resolver o lado dele. Conheço homens que tratam a mulher como empregada, querem tudo na mão e ainda reclamam da comida. Duvido que no tempo em que moravam com a mamãe deles ela dava tudo na mãozinha deles.

Mas também se desse era um problema dela lá, você não é obrigada. Quando ele pedir alguma coisa pergunte se alguém cortou suas pernas. Vai ver ele está com o sitocômetro quebrado. Defeito de fábrica, minha filha. Vai ter que trocar. O sitocômetro ou o marido.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Mulher entende de futebol sim!

Quem foi que disse que pra entender de futebol precisa ter culhões? Por acaso os homens pensam que não temos inteligência para ver o que está mais do que na cara? As regras são claras e não há quem não aprenda. Quem não gosta de assistir acaba aprendendo também de tanto vê-los em frente à TV.

O Galvão que é o Galvão só entende mesmo de automobilismo e só narra o que eu já vi, então pra entender de futebol não precisa ser homem. Mas um mínimo de QI é desejável. O que não parece ser o caso do Galvão.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Sultão de meia-tigela

Tem homem por aí que acha que é um sultão e que por isso pode ter um harém. Ficam o tempo todo arrumando sarna pra se coçarem, o pior é que quase sempre arranjam uma desgarrada mais que disposta a colaborar.

Homem que vive atrás de conquista pra se auto-afirmar é porque ainda não saiu da adolescência, ou então quer impressionar os amigos. E mulher que aceita calada essa situação é porque desconhece seu potencial.

Pra quê viver sua vida atrelada a um machista que pensa que pode tudo e você não pode nada? Sei lá, tem mulher que gostcha...

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Enquete

Dá uma forcinha aí colega, nem vai demorar nada, responda à enquete do lado para eu saber com quem estou falando. Em breve farei outras pesquisas para ter uma idéia melhor sobre o que os leitores procuram no blog.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

domingo, 9 de novembro de 2008

Hoje tem futebol

Hoje tem futebol, então você pode ficar tranquila porque poderá ler sossegada aquela revista que comprou na segunda-feira sem ninguém ficar perguntando onde está isso e onde está aquilo. Seu marido vai passar quase 2 horas vendo o jogo e o resto do domingo vendo os programas sobre futebol, então vai dar tempo de fazer manicure e pedicure.

Não se apresse, vai dar tempo de arrumar o cabelo, depilar-se todinha e ainda por cima fazer uma limpeza de pele. E à noite, quando você estiver toda boneca e ele p da vida porque o time dele perdeu e nenhum dos comentaristas achou que aquele pênalti que só ele viu era pênalti mesmo, ele vai olhar pra você e nem vai notar que você fez tudo isso.

Ninguém merece!

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Homem também envelhece - e como!

Pois é, mulherada. Dizem as más línguas que a mulher envelhece e o cara continua gostosão, bonitão, que quanto mais velho mais atraente, etc. Tudo lorota. Só pra comprovar olha só o que o tempo fez com esses gatésimos do passado. Se você tem mais de 30, duvido que já não tenha suspirado por (pelo menos) um deles. Mas duvido que fosse querer um bagulho desses ao seu lado.

Alegrem-se, queridas! O tempo arrasa com eles também! Podem dormir tranquilas com seus quilinhos e ruguinhas a mais, porque eles nem podem alegar nada. Olha só:





Precisa falar mais alguma coisa? Essas imagens falam por si, não acham?

assinatura


Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

domingo, 2 de novembro de 2008

O bicho homem

Você aí cara leitora, que tem um homem sob sua responsabilidade, seja marido ou namorado, já reparou que são como gatos? Gato não pode ver movimento que fica hipnotizado, com os olhos presos ao que provoca o movimento, chega a acompanhar com a cabeça. Parece a platéia de um jogo de tênis, a cabeça vai pra lá e pra cá.

Pois deixa você estar com ele passando na calçada, você convenientemente agarrada ao braço do indivíduo para evitar que escape, passa lá uma dona em sentido contrário, toda boazuda, com tudo balançando, rebolando as cadeiras. O homem ao seu lado já começa a suar frio, as pupilas dilatam e ele só responde com frases desconexas. Está hipnotizado.

Quando a dona passa por vocês o coitado só falta se matar e ficar com torcicolo, as forças contrárias agem poderosamente em seu pescoço, dentro dele surge a ordem imperiosa para virar-se para trás e apreciar tudo aquilo pelo verso, mas no braço sua mão exige soberana que olhe para a frente nem que não veja um palmo adiante do nariz. Nessa hora creio que se achassem um gênio da lâmpada pediriam 3 coisas: olhos na nuca, visão de raio-x e um par de binóculos.

Mas ver não tira pedaço, a dona nem vai dar bola mesmo, ele que coma com os olhos e lamba com a testa. E o que querem mesmo é olhar. Mesmo que não tenham qualquer outra intenção, são como gatos, já disse. E acompanham tudo o que se mexe.

Mas o transe passa fácil, nada que um bom beliscão bem dado não resolva, e volta tudo ao que era antes, pelo menos até que passe outrazinha. Aconselho que procure também alguma coisa para apreciar enquanto ele está lá arrumando um jeito de olhar pra trás. Enquanto olha você pode apreciar os homens que passam por você e sorriem, com um leve aceno de cabeça. Esses ele não vai ver e você pode curtir o saborzinho da vingança sem a menor dor na consciência. Se ele pode, você também pode.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Perfil do leitor

Por favor, responda às enquetes na aba lateral do blog, para que eu possa ter uma idéia do perfil do leitor desse blog, não vai demorar nem doer nada. Obrigada!

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Esse entende do riscado!

Como irritar uma mulher « TESTOSTERONA - O Blog do Macho Moderno
No Namoro…

- Deixe na secretária eletronica dela, por engano, um recado para uma antiga namorada.
- Use meias brancas e felpudas, mesmo quando usar sapatos pretos para jantar fora.
- Use meias compridas quando calçar chinelos e/ou sandálias.
- Quando vc visitá-la na casa dela, e o telefone tocar, pergunte acusando-a : “Ora, QUEM poderá ser ? “
- Chegue sempre 15 minutos atrasado.. sempre.. e irrite-se quando ela se atrasar na primeira vez…
-Se ela tiver um gato, diga que adora cachorros.
- Proclame sua ignorancia nas artes de arrumar cama, passar roupa, cozinhar e varrer.

Família e amigos:

- Passe a noite inteira com os amigos discutindo futebol em casa.
- Cite o tempo todo as revistas Placar e Quatro Rodas , ao longo de um jantar com os amigos.
- Paquere, então, a garçonete…
- Paquere a aeromoça.
- Paquere a chefe dela no trabalho.
- Paquere a secretária dela.
- Paquere a irmã dela.
- Paquere a mãe dela.
- Trate-a com desdem na frente dos amigos, e amorosamente quando estiverem a sós.De preferencia no mesmo dia…
- Critique a mãe dela.
- Esqueça ou confunda os nomes das pessoas da família ou dos amigos dela.
- Refira-se a ela como uma amiga, ou uma colega, quando a apresentar à sua família.
- Nunca lhe mande flores, mas mande um buque enorme para sua mãe no Dia das Mães.
- Critique a melhor amiga dela.

Na Cama :

- De vez enquando, beba demais e adormeça de roupa na cama. depois de mal dar-lhe um beijo de boa noite.
- Insista para que o despertador fique do seu lado da cama; depois, continue dormindo quando ele tocar, fora do alcance dela.
- Jure que ligou o timer da TV antes de deitar, seja verdade ou não. ( E finja que continua dormindo quando ela levantar às 3 da madrugada para desligá-la).
- Largue suas cuecas no chão, e diga : “Puxa, este lugar esta uma bagunça” .
- Roube a metade dela do lençol.
- Durante as carícias preliminares, acaricie e pressione um ponto indeterminado da anatomia dela e pergunte : “é ele” ?
- Faça o acima, sem dizer uma palavra, assumindo implicitamente que é ele, e pronto.
- Empurre a cabeça dela para baixo… e nunca retribua…
- Diga o nome de outra mulher quando estiver no auge …
- Diga o nome de um homem quando estiver no auge…
- Diga qualquer nome, menos o dela e de Deus, quando estiver no auge.
- Assegure-se de que ela sempre irá dormir do lado do lençol que ficou molhado.
- Se tudo durar 30 Segundos… ou menos, atreva-se a perguntar : “Foi bom para você?”.
- E assim… em seguida.. Ligue a Tv; acenda um cigarro.. vá mexer na geladeira…
- Ou adormeça com aquele sorriso de satisfação obtida.

No banheiro..

- Deixe suas toalhas molhadas sobre a cama…
- Use com abundancia, como loçao pos barba, a loçao de pele que ela comprou daquela amiga sacoleira que disse ter vindo da França, pela qual ela pagou US$ 100,00.. mas que na verdade é paraguaia ligitma…
- Ao tomar banho, deixe o capacho pendurado no chuveiro…
- Deixe apenas um pedacinho minusculo de papel higienico no rolo.. e quando ela precisar dar o “REPASSE” e começar a gritar :
“Amor..amor.. traz papel para mim” , finja que não ouve… obrigando-a a sair com a calcinha no joelho de dentro do banheiro… Aí sim, apareça e diga : “Que ridiculo.. por que nao me pediu, benhê ?”
- Atire água para todos os lados quando se barbear na pia..
- Certifique-se de ter sempre um monte de roupas para lavar.Troque-as pelo menos 3 vezes ao dia; mesmo tendo usado uma camisa por apenas uma hora, jogue-a no cesto (Dá menos trabalho do que dobrá-la e guardá-la de volta na gaveta). Tambem ajuda se vc pegar uma toalha limpa cada vez que for tomar banho… e usar a dela para pisar em cima, quando sair do box. Atenção : Pendure a sua mas a dela, deixe no chao mesmo. Cor de preferencia : BRANCA.. com os bordados que a mãe dela fez.
- Deixe abaixado o assento do toalete e não se de ao trabalho de fazer pontaria.
- Não lave as manchas de pastas de dentes. Vida Domestica em geral…

Em Geral

- Pergunte a ela : Qual o feminino de Deitadão no sofa assistindo futebol ? Claro que ela vai dizer algo como.. deitadona no sofá assistindo a novela.. a Hebe.. Ana Maria Braga.. Em nome do amor… esses programas “hiper-culturais” … Aí responda : Não…é de pezona na cozinha lavando louça.
- Prometa toda semana que vai pintar a sala esta semana.
- Prometa que vai pintar a sala no proximo fim de semana.
- Prometa que vai pintar a sala “em breve”
- Diga a ela : “Por que todo esse trabalho de pintar a sala, se qualquer dia você pode ir embora?”
- Renove sua assinatura de Playboy e tenha cuidado de deixar qualquer exemplar bem à vista quando a mãe dela for visitá-los…
- Recuse-se a se livrar dos livros da faculdade, empoeirados e sem uso… E se ela mexer, reclame que esta sujando tudo… Que livro é cultura… e pergunte se ela entende disso…
- Recuse-se a jogar fora os jeans boca-de-sino guardados no armário. (E uma noite apareça vestido com eles : “SURPRESA!” ) obs.. de preferencia do dia do chá das amigas do bairro… ou do colégio dos meninos…
- Tenha diversas coleções mal arrumadas : elasticos, barbantes, potes vazios, esqueiros (mesmo os descartáveis vazios), revista do seu time, Placar, CDs de rock pauleira, charutos (mesmo que vc nao fume), cachimbos (mesmo os que estiverem com os bicos todo mordidos)… etc..etc..etc.
Vida Domestica..

- Perguntem a ela : - Onde diabo esta minha carteira? - ,, ,, estão minhas chaves? - ,, ,, esta o controle remoto? - ,, ,, esta minha lista de coisas a fazer na cidade? - ,, ,, esta minha agenda? - ,, ,, esta o gato(ou cachorro) ?
- Mas lembre-se, quando estiver ao volante de um carro, JAMAIS pergunte : “Onde diabo nós estamos?”…
-De-lhe um sermao a respeito do habito compulsivo dela, de viver comprando roupas; depois saia e compre vinte CDS para você.
-Queixe-se dos habitos perdularios dela, mas nao deixe que ela arranje um emprego.
-Ofereça-se, mesmo que ela nao peça, para controlar o talao de cheques.
-Ponha de volta na geladeira, garrafas vazias de suco, agua, leite, refrigerante etc. “Ora essa, pensei que tinha sobrado um pouquinho” … Obs… tome tudo isso no próprio reservatório.. mesmo que seja de 2 litros… beba direto da garrafa e coloque de volta na geladeira.
-Coloque tambem, no freezer, as caçambas de gelo vazias, sem colocar agua nelas.
-Faça café só para vc mesmo, de manha. Depois de tomar, deixe o leite fora da geladeira. Obs… o ideal é comprar uma maquina de cafe expresso… hehehe Ou ainda… faça o café e guarde o leite no congelador….
-Saude-a de manha com aquela pequenina pergunta que toda a mulher espera o dia inteiro ouvir de seu amado : “O que vamos ter para jantar? “
-Como um pote inteiro de sorvete de uma só vez… direto do pote.
-Assista os melhores momentos do jogo do seu time em todos os canais, até que ela pergunte : “Mas vc já não viu isso hoje? ” E aí responda : “Estou pensando em gravar para assistir amanhã também”.
-Quando ela te apresentar um prato sofisticado pergunte o que há de errado com o bom e velho bife.
-Diga que o tempero dela nao é tao bom quanto o de sua mãe.
-Coma pouco em casa, dizendo estar de regime… e quando forem jantar na casa de sua mae, exagere até precisar tomar Sal de Frutas… alias, tome o Sal de Frutas mesmo que nao precisar..e diga, com aquela cara de Ué… “É irresistivel….”
-Diga a ela que vc é melhor cozinheiro que ela, mas que só não cozinha porque é muito ocupado.

Aniversários :

- Compre lingerie erótica para ela no Dia dos Namorados… quatro numeros abaixo do tamanho dela.
- idem.. mas quatro números acima do dela…
- Compre, todos os anos, no aniversário dela, variações da camiseta que você lhe deu certa vez e ela gostou.
- ou de-lhe de presente ingressos de um jogo que vc esta louco para assistir.
- De um jeito de ir jogar poquer na casa dos amigos no dia do aniversario dela.
- Esqueça o Dia dos Namorados
- Esqueça a carteira quando a levar para jantar no dia de aniversário de casamento.
- Esqueça o dia do seu próprio aniversario.

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Mulheres complicadas

Nós ? Complicadas ?

- Se a gente se insinua, é atirada;

- Se fica na nossa, tá dando uma de difícil.

- Se aceita transar no início do relacionamento, é mulher fácil;

- Se não quer ainda, tá fazendo doce.

- Se põe limitações no namoro, é autoritária;

- Se concorda com o que o namorado diz, é uma lesa sem opinião.

- Se batalha por estudos e profissões, é uma ambiciosa;

- Se não tá nem aí pra isso, é dondoca.

- Se adora falar em política e economia, é feminista;

- Se não se liga nesses assuntos, é desinformada.

- Se aceita tudo na cama, é vagabunda;

- Se não aceita, é fresca.

- Se ganha menos que o homem, é pra ser sustentada;

- Se ganha mais que o homem, é pra jogar na cara deles.

- Se adora roupas e cosméticos, é narcisista;

- Se não gosta, é desleixada

- Se sai mais cedo do trabalho, é folgada;

- Se sai mais tarde, tá dando pro chefe;

- Se gosta de TV, é fútil;

- Se gosta de livros, tá dando uma de intelectual.

- Se se chateia com alguma atitude dele, é uma mulher mimada;

- Se aceita tudo o que ele faz, é submissa.

- Se quer ter 4 filhos, é uma louca inconseqüente

- Se só quer ter 1, é uma egoísta que não tem senso maternal.

- Se gosta de rock, é uma doida chapadeira;

- Se gosta de música romântica, é brega;

- Se gosta de música eletrônica, é porra-loca.

- Se usa sainha curta, é vulgar;

- Se usa saia comprida, é crente.

- Se tá branca, eles dizem pra gente pegar uma corzinha;

- Se tá bem bronzeada, eles dizem que preferem as mais clarinhas.

- Se faz cena de ciúme, é uma neurótica;

- Se não faz, não sabe defender seu amor.

- Se fala mais alto que ele, é uma descontrolada;

- Se fala mais baixo, é subserviente.

E depois vem dizer que mulher é que é complicada

FALA SÉRIO........NINGUÉM MERECE!!!!!!!!!!


"Mulheres existem para serem amadas, não para serem entendidas."

Mulher com M de Melhor


*Não broxamos...
*Não ficamos carecas;
*Não sofremos de fimose;
*Temos um dia internacional;
*Sentar de pernas cruzadas não dói;
*Podemos usar tanto rosa como azul;
*Temos prioridade em boates ou em qualquer lugar, não pagamos a conta, no máximo rachamos;
*A programação da TV é 90% voltados para nós;
*somos traídas somos vítimas, se traímos eles são cornos;
*Mulher de embaixador é embaixatriz, homem de embaixatriz não é nada;
*Somos monogâmicas, embora precisamos testar vários homens para achar um que tenha valor;
*Se resolvemos exercer profissões predominantes masculinas, somos pioneiras;
*Mas se um homem exerce profissão tipicamente feminina é bicha;
*E por último:fazemos tudo que um homem faz só que com um detalhe:De salto alto!

terça-feira, 8 de julho de 2008

Sapatos vermelhos

Se tem uma coisa louca a respeito de mulheres que nem nós mesmas sabemos explicar é o fetiche favorito de dez entre dez de nós: os sapatos vermelhos.

Sapato vermelho social, de salto alto, bem entendido. Todas nós queremos ter um, mesmo que nunca o usemos. É um fetiche, um troféu. Se um homem dá a uma mulher um sapato vermelho ela interpreta como um sinal de que ela é sensual. Pelo menos o suficiente para usar um sapato vermelho de salto agulha.

Eu já tive o meu. Usei num baile para impressionar meu quarto marido, que na época era apenas uma paquera. Quando ele foi embora tirei o sapato (atitude reprovável mas necessária, meus calos não aguentavam mais...) e nunca mais os calcei. Mas também não me desfiz deles, durante anos foram a prova viva de que eu era uma mulher sensual.

Na verdade não importa que a mulher seja uma verdadeira elefanta, com um belo par de sapatos vermelhos vai se sentir a Marilyn Monroe. Com certeza a Marilyn também tinha o dela.

Aliás sapato para mulher é fetiche, não é só para os homens. Alguns a gente compra pra calçar, outros só pra ter mesmo. O dia em que inventarem uma sapateira com porta de vidro vai vender que nem água, só pra gente expor lá os nossos "troféus". Vai ter sapato vermelho, sapato de bolinha e de couro de oncinha. A gente nunca vai usar essas coisas (quem é que aguenta?) mas sempre vai comprar.

As mulheres que estão lendo isso aqui na certa concordam, os homens vão abanar a cabeça (como meu marido está fazendo agora) e achar que somos loucas. Loucas, nós??? Mas é claro, meu bem. Afinal, somos mulheres...

(zailda coirano)

domingo, 29 de junho de 2008

Homem e Cabelo

Homem tem que ser tratado igual cabelo!
Num dia a gente prende, no outro solta, num dia a gente alisa, no outro enrola, dá uma cortada quando precisa, numa semana a gente amacia, na outra é só jogar de lado e ele fica ótimo!
Fala a verdade... cabelo dá trabalho..
Mas a mulher consegue viver careca????
*
*
*
*
*
*
*
E a peruca, pra que serve?...

domingo, 22 de junho de 2008

O homem ideal

A mulher caminhava pela praia quando encontrou uma garrafa de Coca-Cola vazia. Ao abrir a tampa, surpresa: apareceu um gênio.

- Olá! Sou o gênio de um só desejo, às suas ordens.

- Então, eu quero paz no Oriente Médio. Veja esse mapa:quero que esses países vivam em paz!

O gênio olhou bem para o mapa e disse:

- Seja realista, moça. Esses países guerreiam há milhões de anos. E, pra falar a verdade, sou bom, mas não o suficiente para isso. Diga outro desejo.

- Bom, eu nunca encontrei o homem ideal. Você sabe como é difícil, né! Então, eu quero um homem que tenha senso de humor, goste de sair, que tenha mão aberta, goste de cozinhar, ajudar na limpeza, bom de cama, fiel, romântico, bom pai e não seja vidrado em futebol.

O gênio suspirou fundo:

- Deixa ver a porra desse mapa de novo...

O cérebro masculino


Incrível! Cientistas finalmente conseguiram descobrir o que há na cabeça dos homens e as conclusões são estarrecedoras - menos pra nós, mulheres, que já sabíamos disso!

Sobre homens e caracóis

A semelhança entre o homem e o caracol é que ambos se arrastam, babam, têm chifres e ainda pensam que a casa é deles.

Adivinhe se puder

Como se chama a mulher que sempre sabe onde seu marido está????

*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
Resposta: viúva!!!

Oração da mulher

Querido Deus: Até agora o meu dia foi bom.
Não fiz fofoca, não perdi a paciência, não fui gananciosa, sarcástica,
Rabugenta , chata e nem irônica.
Controlei minha TPM, não reclamei, não praguejei, não gritei, nem tive ataques de ciúmes.
Não comi chocolate.
Também não fiz débitos em meu cartão de crédito e não dei cheques parcelados.
Mas... peço a sua proteção, Senhor, pois estou para levantar da cama a qualquer minuto.

O homem certo

Enquanto o homem certo não aparece, vá se divertindo com os errados.

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Você se acha feia?

A televisão, o cinema e as revistas há muito ditam o padrão de beleza feminina e se você não é a cara da Demi Moore ou se não tem o corpo da modelo mais paparicada da moda pode - vez por outra, claro - sentir que não é bonita, ou pelo menos não tanto quanto gostaria.

Isso é normal, mas comparar-se aos padrões de beleza impostos pela mídia é covardia, afinal elas têm obrigação de ser belas e conservar-se assim pelo máximo de tempo possível, afinal é assim que ganham a vida, não é mesmo? Com certeza boa parte dos milhões de dólares que ganham indo de um lado para o outro na passarela (nossa, deve cansar pra burro!) deve ser revertido em tratamentos de beleza.

Pra manter aquele corpinho, tome horas e mais horas diárias de ginástica em academia, cirurgias, lipoaspirações e o que o valha semestrais ou - conforme o caso - até mensais. E massagens, cremes, ufa... só de falar já fiquei cansada, deve ser muito chato mesmo.

E imagine quantas horas passam no salão de beleza, aqueles tratamentos de raios não sei o que pra hidratar o cabelo que cortam, alisam, tingem 3 vezes por mês... E depois quilos de maquiagem pra disfarçar qualquer imperfeição, qualquer marca que seja.

Ah, assim não vale! Quem é que vai investir assim pra ficar bela? E depois é tanta coisa por cima que dá a impressão que se tocar desmancha tudo!

Mas agora imagine a cena: A Gisele Bündchen acorda com fome e resolve quebrar a dieta de 1 copo dágua no café da manhã, 1 folha de alface no almoço e chá verde sem açúcar no jantar e pedir uma pizza para o almoço. Ela acabou de acordar e já são 11 e meia da manhã, tem um compromisso e por isso resolve pedir a tal pizza. O entregador toca a campainha do apartamento e ela abre a porta do jeito que acordou, antes dos tratamentos de beleza costumeiros. Nossa, a visão deve ser apavorante! Sem um bom fotógrafo escolhendo ângulo e luzes, ela deve parecer com uma simples mortal que acabou de acordar. E deve estar com um bafo daqueles!

Apesar de que eu duvido muito que o entregador de pizza vá se lixar com o mau hálito da moça, apenas pelo fato de ser quem ela é ele vai achar bonita - se conseguir reconhecê-la. Mas tirando a fama, a maquiagem e os truques fotográficos, ela é igualzinha a qualquer outra mulher.

Como ela mesma já cansou de dizer em entrevista, quando era mocinha ela se achava feia, magrela, desengonçada. E devia ser mesmo. O que mudou, além da aura de charme criada a seu redor foi simplesmente que agora ela se acha bonita. Ela se gosta, aprecia a própria imagem.

Portanto, mulherada, o négócio é o seguinte: tratem de fazer as pazes com o espelho. Vamos todas ficar na frente do espelho e parar de olhar o que está acima ou abaixo do desejado. Vamos nos concentrar nos pontos fortes e lembrar que cada uma de nós tem uma beleza única, que nenhuma revista irá ditar ou moldar. Que somos lindas sim, e isso ninguém irá nos tirar. Beleza interior existe sim, e começa na sua cabeça. Na hora em que você se convencer que é bela, isso irá fluir para o seu exterior e você vai dar de 10 a zero na Julia Roberts.

E quer saber que mais? Nada de ter ciúme do seu marido porque ele vive suspirando pela Sharon Stone porque está mais que na cara que ela nunca vai dar bola pra ele mesmo e ele tem que achar você bonita, e não ela. Eu mesma não estou nem aí quando meu marido suspira pela Julia Roberts ou por ninfetas em geral e sempre faço questão de frisar:

- Você está na idade do lobo, meu bem. Pode babar o dia inteiro por Chapéuzinho, mas vai pra cama com a vovózinha.

(zailda coirano)

sábado, 7 de junho de 2008

Troféu Framboesa - as piores cantadas

1º.Cantada: Como eu queria ser esse sorvete!
Resposta: Além de ser fresco, quer ter o pau enfiado no rabo também?

2º.Cantada: Se beleza desse cadeia você pegaria prisão perpétua.
Resposta: Se feíura fosse crime, você pegaria pena de morte.

3º.Cantada: Gato, você é lindo demais, só tem um problema: a sua boca tá muito longe da minha!
Resposta: Questão de higiene (boa!!!)

4º.Cantada: Qual o caminho mais rápido pra chegar no seu coração?
Resposta: Cirurgia plástica, lavagem cerebral e uns 3 meses de malhação.(kkkkkkkkkkk ótima)

5º.Cantada: Você é a mais bela das belas das flores, uma rosa. Quer florescer no meu jardim ?
Resposta: Eu vou morrer de sede com o tamanho do seu regador( huahuahauhau)

6º.Cantada: Eu não acreditava em amor a primeira vista. Mas quando te vi mudei de idéia.
Resposta: Que coincidência! Eu não acreditava em assombração.(hahahahahahahahahaha excelente)

7º.Cantada: Você tem uma boca! Deve ter um gostinho... Posso provar?
Resposta: Pode... (cospe no chão e vira as costas)

8º.Cantada: Se tivesse uma mãe como você mamaria até os 30 anos.
Resposta: Se eu tivesse um filho como você mandava pro circo!

9º.Cantada: Nossa, não sabia que boneca andava!
Resposta: E eu não sabia que macaco falava!

10º.Cantada: Oi, o cachorrinho tem telefone?
Resposta: Tem, porque? Sua mãe tá no cio?

11º.Cantada: Este lugar esté vago?
Resposta: Está, e este aqui onde estou também vai ficar se você se sentar aí.

12º.Cantada: Então, o que você faz da vida?
Resposta: Eu sou travesti. ( hahahahahahahaha mto boa)

13º.Cantada: Será que eu já não te vi em algum lugar?
Resposta: Claro! Eu sou a recepcionista da clínica de doenças venéreas...não se lembra?

14º.Cantada: A gente já não se encontrou em algum lugar antes?
Resposta: Já e é exatamente por isso que eu não vou mais lá.

15º.Cantada: A gente vai para a sua casa ou para a minha?
Resposta: Os dois. Você vai para a sua casa e eu vou para a minha.

16º.Cantada: Eu queria te ligar, qual é o seu telefone?
Resposta: Está na lista.
Réplica: Mas eu não sei o seu nome.
Tréplica: Também está na lista, na frente do telefone.

17º.Cantada: Ora, vamos parar com isso, nós dois estamos aqui nesta boate pelo mesmo motivo.
Resposta: É, pra pegar mulher...

18º.Cantada: Eu quero me dar por completo pra você.
Resposta: Sinto muito, eu não aceito esmola.

19º.Cantada: Se eu pudesse te ver nua, eu morreria feliz.
Resposta: Se eu pudesse te ver nu, eu morreria de rir.

20º.Cantada: Está procurando boa companhia?
Resposta: Estou, mas com você por perto vai ficar muito mais difícil
encontrar..

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Como agarrar um idiota

Os solteiros são maioria em alguns locais do Brasil, segundo o último censo há mais de 50 milhões de pessoas divorciadas ou solteiras acima de 18 anos no Brasil. Com isso tem gente matando cachorro a grito e jacaré a beliscão e procurando especialistas para descobri como arrumar um parceiro. Em suma: está aberta a temporada de caça!

Vi uma entrevista com um dos tais "especialistas" mas não encontrei nada de tão especial em suas dicas de como engabelar um solteiro e marido em potencial. Ao que parece, homens não gostam de mulheres muito atiradas nem muito caladas; descartam as indiferentes e as egocêntricas.

Bem, meu conselho é que se você é muito tímida trate de cercar-se de amigas extrovertidas porque assim - quem sabe - você se contagia e acaba se soltando um pouco. Não que isto ajude a encontrar o tal príncipe, mas pelo menos você vai se divertir. Se é muito egocêntrica comece a olhar em volta e imaginar que os seres que a cercam são também humanos, que também têm anseios, medos, etc. Lembre-se que ninguém resiste a mais de uma hora ouvindo sobre as coisas interessantes que VOCÊ pensa ou faz. Tente arrumar outro assunto, algo mais geral, quem sabe futebol? Mas trate de se informar primeiro para não falar bobagens, porque das burras eles fogem léguas - a não ser que você seja um "avião". Mas aí é claro que não estaria nem lendo essa postagem porque estaria ocupada livrando-se dos homens indesejáveis que caíram na sua rede. Se for esse o caso, pense nas colegas que não têm tanta sorte e divida um pouco com elas...

Nem adianta fazer ar de indiferente naquele barzinho de solteiros porque todo mundo sabe pra que você está lá. Assuma que quer achar companhia e comece a olhar com mais atenção para os exemplares do sexo oposto que estão à sua volta. Quem sabe não pinta um clima num destes olhares?

Há diversas teorias a respeito de como "fisgar" um homem, algumas acham que é pelo estômago ou na cama. Modestamente esclareço minha própria teoria: fisga-se o homem com os olhos. Assim que um lhe interesse, olhe nos olhos dele e se houver aquela "corrente elétrica" e ele corresponder, é a hora do abate.

Mostre-se alegre, interessada no que ele disser e tente ouvir mais que falar. Sei que este é um exercício de força de vontade para uma mulher mas tente - o resultado pode ser compensador.

Se tudo der certo e você conseguir não se mostrar nem apática nem ansiosa demais, sairá do tal lugar acompanhada.

Confesso que nunca arrumei homem assim mas parece funcionar quando se trata apenas de arranjar companhia. Passa-se o "arrastão" e espera-se o resultado. Confio na velha, romântica e batida teoria de que a pessoa certa vai te encontrar e vocês se reconhecerão de imediato. Ah, e nem vai precisar deixar de ser quem você é, porque ele vai gostar exatamente assim desse jeito.

Quanto às outras, que não confiam nessa teoria e acham que na guerra e no amor vale tudo, vão em frente e usem as táticas ensinadas pelos especialistas. Se algum incauto cair direitinho na sua lábia e nessa conversa-mole toda, não tenham dúvidas: é um idiota.

(zailda coirano)
Categorias do Technorati ,

domingo, 25 de maio de 2008

Reações à traição

Ela está em frente à TV. Ele chega, deposita a chave do carro na mesinha e vai para o quarto. Ela desliga a TV e vai atrás.

- Escuta aqui, Luiz Henrique, quero saber o que está acontecendo. Isso são horas?

- Já te falei, minha filha. Tive reunião até tarde. Você sabe como são essas coisas, já devia estar acostumada.

- Reunião até essa hora? Vê se está escrito "idiota" aqui na minha testa! Estou de olho em você já faz tempo! Você anda mudado e cada dia chega mais tarde. O que está acontecendo?

Luiz Henrique fica uns minutos fitando o espaço, como a se decidir, depois começa, em voz baixa:

- Olha, eu adoro você e as crianças... mas você tem razão... conheci uma moça no escritório...

Ela ouve embasbacada, senta-se na cama para ouvir a confissão provocada pela súbita dor na consciência do marido.

- No começo era apenas uma brincadeira... nunca olhei para outra mulher depois que me casei... mas você também mudou, não me dá mais atenção... sexo só uma vez por mês e olhe lá...

As frases dele vão se sucedendo, vai criando coragem e contando tudo, ela fica pasma, como não percebera antes?

- Mas e agora, Luiz Henrique? E você não pensou em mim e nas crianças? Como vai ser daqui pra frente?

- Olha, reconheço que errei, mas sou homem, você sabe: a carne é fraca, ela estava ali, tão próxima, não pude evitar...

Ela toma coragem para a pergunta crucial:

- Mas você está apaixonado por ela?

- Não, claro que não... já te disse, foi uma fraqueza. Me perdoe... você sabe que é você que eu amo...

Ela não consegue conter as lágrimas, atira-se nos braços dele.

- Ah, Luiz Henrique, eu te amo! Jura que não vai acontecer de novo e passamos uma borracha nisso tudo. Juro que será tudo diferente daqui pra frente.

Eles ficam abraçados, ela chorando de mansinho, ele alisando os cabelos dela. Sim, daqui pra frente tudo vai mudar.

...

Ele entra na sala, ela está ao telefone, de costas para a porta. Assim que pressente sua chegada, desliga o aparelho.

- Maria Cecília, assim não dá! Você pensa que eu sou idiota?

Segura-a pelo ombro e faz com que se vire para encará-lo.

- Está escrito na sua cara que anda aprontando! Não é de hoje que acontecem esses telefonemas misteriosos.

Ela está trêmula e choraminga:

- Ai, já faz tempo que quero falar com você... não foi minha culpa... você não me dá mais atenção...

- O quê? Quer dizer que você confirma essa safadeza?

- Ah, me desculpe... eu fico tão sozinha... começamos a conversar, quando eu vi já não havia mais jeito de parar...

- Parar o quê? Quer dizer que está me corneando mesmo?

- Não é bem assim, ele me ouve, acho que estou apaixonada...

- Apaixonada? Você não é mais criança pra ficar com essas bobagens! Quero saber tudo, tintim por tintim!

- Olha, eu juro que não aconteceu nada de mais. Acho que estou carente, é isso...

- Peraí. Quer me dizer então que não chegaram às vias do fato? Que vocês não transaram?

- Não, não... juro que não. Nunca outro homem me tocou depois de você.

- Bem, se é assim... Ainda podemos tentar consertar... Mas a partir de hoje a senhora vai ter que andar na linha, nada dessas bobagens românticas.

- Juro que não vai acontecer novamente... Foi uma bobagem, um momento de fraqueza...

- É bom mesmo, dessa vez passa. E se eu te encontrar de novo nesse telefone vou querer saber quem é e qual a finalidade dessa ligação.

Ela choraminga e funga:

- Tá bom, já disse que não vai acontecer mais. Acabou, pronto!

- E nada de usar o cartão de crédito até segunda ordem!

O marido pega o paletó e encaminha-se para a porta.

- Vou sair um pouco, esfriar a cabeça, não sei a que horas volto.

Quando ele sai Maria Cecília senta-se no sofá e cai em profunda meditação.

domingo, 18 de maio de 2008

Mulher bonita

Tenho uma teoria de que os homens não sabem analisar exatamente quando uma mulher é bonita ou não. Conheço poucos - excluindo os gays - que realmente sabem identificar estrias ou celulite, por exemplo. Se você duvida, faça o teste. Mostre a um homem uma mulher um pouco acima do peso, com aquele culote tradicional e pergunte o que acha. Ele normalmente não vai ver nada errado, provavelmente vai dizer que ela é "boazuda".

Outra teoria que tenho é que homem é como gato, ou seja: qualquer coisa em movimento vai chamar sua atenção. Sendo assim, um pouco de flacidez também não vai fazer mal, muito pelo contrário.

Para o homem o que determina se uma mulher é bonita ou não, normalmente é a forma que os outros homens olham pra ela. Se ela andar com aquele ar seguro e rebolante, que é característica daquelas que sabem que são belas e desejáveis, ele fatalmente irá concluir que ela anda dessa forma porque outros homens já lhe disseram que é bonita (como se precisássemos que um homem nos contasse isso) e portanto, se os outros a acham bonita e desejável, é essa mesma que ele irá querer, mesmo que seja para fazer inveja aos outros.

Portanto, na minha teoria, se você quiser impressionar os homens com sua beleza, não gaste muito tempo em academias ou em frente ao espelho, ou comprando roupas de moda. Só os gays sabem o que está na moda, os hetero geralmente detestam roupas muito "fashion". Simplesmente não ande, desfile. Não olhe, ignore. Não encare, empine o nariz e rebole como se tivesse um séquito de admiradores a seus pés. Os homens vão cair direitinho.

(zailda coirano)

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Preparando-se para sair

Um homem nunca vai entender porque demoramos tanto para nos arrumar para sair. Eles lá só enfiam uma camiseta, trocam o sapato, dão um tapa no cabelo e estão prontos. Pra nós tudo é mais complicado.

Imagine que você já decidiu até com que roupa vai, mas levemos em conta que dependendo do seu período menstrual essa mesma roupa que você provou anteontem e ficou magnífica vai ficar justa demais e você vai ficar parecendo uma baleia dentro dela. Lá vamos nós procurar então outra roupa.

O duro da roupa feminina é que varia a cor e o estilo, então uma blusa que ficaria magnífica com uma saia laranja estilo cigana vai ficar horrorosa com uma saia da mesma cor em outro estilo. Isso os homens não entendem de jeito nenhum, e enquanto você troca saias e blusas ele fica lá berrando que nem louco:

- Já está pronta? Vamos chegar atrasados! Já faz uma hora que você está aí na frente desse espelho!

Uma hora nada, homem é exagerado. Digamos uns 30 minutos, não mais. E você ainda nem encontrou o sapato que irá usar com a roupa que acabou de escolher.

Sapato então é um deus-nos-acuda, tem de tudo quanto é jeito e vá a gente convencer os homens de que "não tem sapato" enquanto eles berram no nosso ouvido que "tem, sim, tem mais de 30 pares" porque eles também não entenderiam que dentre aqueles sapatos todos não há unzinho só que vá bem com sua roupa.

Agora a maquilagem, e aí há muitas possibilidades: sombra azul como a blusa ou laranja como a saia? Ser ou não ser, eis a questão. E nós nos debatemos na nossa insegurança cheias de culpas por fazer o chato do namorado ou marido (mais chato ainda) esperar...

Escolhida a cor da maquilagem, você decide que ela vai ser leve. Aqui cabe uma explicação ao espírito-de-porco do seu marido: maquilagem "leve" é a que demora mais tempo para ser aplicada, porque temos que passar um monte de sombra, pós e batons para causar aquela impressão de "rosto lavado" que eles tanto apreciam na mulher deles, mas não vêem graça nenhuma quando a mulher é dos outros.

Agora vem o mais difícil: o cabelo. Já reparou que ele nunca quer ficar do jeito que a gente quer que fique? Umas têm cabelo escorrido, que não se ajeita com nada; outras, muito crespo, do tipo bandido: ou está preso ou armado; a cor também não favorece... Mas agora não dá pra resolver isso. Prende aí de lado e vamos lá.

Bem, depois de conciliar tudo o que falta para ficar prontinha para a festa, torça para que vocês ainda consigam chegar lá antes dela acabar, senão vai ter que ouvir poucas e boas dele.

Ah, e torça também para que ele não tenha dormido no sofá da sala enquanto esperava você ficar pronta. Homem geralmente acorda num humor horroroso!

(zailda coirano)

terça-feira, 29 de abril de 2008

De forno e fogão

Minhas virtudes culinárias são pra lá de conhecidas pela família. Além de não levar muito jeito pra coisa também não tenho o menor interesse em me especializar.

Vai que ontem resolvi surpreender meu esposo com um delicioso pudim de leite e você que já está aí rindo às bandeiras despregadas já antevendo o meu fracasso, acertou. Claro que só poderia sair uma droga.

Pois que botei os ingredientes tintim por tintim dentro da tal forma própria pra fazer pudim, botei um copo dágua no recipiente que vai embaixo, coloquei o pudim na forma e a desgraçada por cima. E fui tranquilamente navegar na internet enquanto a poção dos infernos ficava pronta.

E não é que o raio da forma tinha que ficar cheio de água? Essa eu não sabia, dali nem vinte minutos meu filho vem aqui me informar que tem uma fumaceira saindo da panela. Largo à contragosto o pc onde navegava tranquila por estas páginas maravilhosas e me abalo até a cozinha.

O pudim secou, grudou na forma. Tento tirá-lo de lá e o maldito não quer sair de jeito nenhum. Depois de manobras pra lá de arriscadas (visto que a forma está pelando) ele finalmente abandona o local onde pensei que teríamos que comê-lo, uma vez que se recusava a abandoná-lo.

Quando olho minha "obra", fico decepcionada. Parece um sapo grande, com as 4 pernas arriadas, esborrachado no prato. O gosto até que ficou passável.

Quando meu marido chegou, servi-lhe a porcaria e ele comeu à custa de ameaças:

- Se reclamar ou fizer qualquer gracinha a respeito da aparência eu nunca mais tento fazer nada. Vai passar a pão e água.

Ele comeu, compenetrado, vez por outra cutucando a meleca doce com que o presenteei com uma colher, em outras levantando-a e olhando por baixo com ar curioso. Mas comeu CA-LA-DO.

(zailda mendes)

domingo, 27 de abril de 2008

Sobre o que falam as mulheres

Uma coisa que homem nenhum jamais irá entender é sobre o que falamos. Já disse um poeta que mulheres têm uma forma de falar que ele mesmo chamou de "vago-específica":

- Onde vamos colocar este?

- Coloca lá junto com as outras?

- Quais? As de ontem?

- Não, aquelas que colocamos depois das outras.

E a gente sempre se entende, não importa que qualquer macho que ouça a conversa coce a cabeça com ar de guarda que acordou no meio do páteo do sanatório feminino. Sobre o que falamos é algo que só uma mulher poderia entender. Não adianta ficar ouvindo as conversas porque um homem nunca decifrará o código. Para entender, tem que pensar como mulher, e está aí uma coisa que um espécime do sexo masculino jamais conseguirá fazer.

(zailda)

domingo, 23 de março de 2008

Frases das revistas femininas das décadas de 50 e 60

  • Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho e provas de afeto, sem questioná-lo. (Revista Claudia, 1962).
  • A desordem em um banheiro desperta no marido a vontade de ir tomar banho fora de casa. (Jornal das Moças, 1965).
  • A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas, servindo-lhe uma cerveja bem gelada. Nada de incomodá-lo com serviços ou notícias domésticas. (Jornal das Moças, 1959).
  • Se o seu marido fuma, não arrume briga pelo simples fato de cair cinzas no tapete. Tenha cinzeiros espalhados por toda casa. (Jornal das Moças, 1957).
  • Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas. (Jornal das Moças,1957).
  • O noivado longo é um perigo, mas nunca sugira o matrimônio. ELE é quem decide sempre! (Revista Querida, 1953).
  • Sempre que o homem sair com os amigos e voltar tarde da noite espere-o linda, cheirosa e dócil. (Jornal das Moças, 1958).
  • É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do marido. (Jornal das Moças, 1957).
  • O lugar de mulher é no lar. (Revista Querida, 1955).

Meu comentário (claro que eu não ia agëntar ficar de boca fechada):

Ora bolas, ainda bem que ninguém mais lê essas baboseiras! Que lavagem cerebral, hein? Acho que ainda hoje há muitos homens que lendo isso suspiram com um ar de saudosismo. Acreditem, muitos deles ainda pensam assim!

Educada em colégio de freiras, ouvi coisas assim por anos a fio. Se você quisesse "ter a honra" de possuir um marido, tinha que se sujeitar, ou então o que nos esperava era o pior, o mal de todos os males: ficar pra titia, morrer virgem, virar uma "solteirona".

De forma disfarçada muita coisa ainda persiste mas posto isso aqui mais a título de curiosidade e pra fazer graça que pra discutir sériamente o assunto. Afinal, nem dá pra falar nada, né?

(zailda mendes)

terça-feira, 11 de março de 2008

De que adianta ser GATA se só aparece CACHORRO que só gosta de GALINHA?

Esse é o eterno drama, homem só gosta mesmo de galinhar... Como é que a gente fica quando o homem da gente só gosta mesmo de "variar" - no mau sentido? Porque variar no bom sentido é legal, variar de posição, de jeito, etc... rsss Mas será que precisa mesmo variar de MULHER? E cada uma que eles arrumam que se eu fosse homem acho que preferia o celibato ou então virar gay... Como é que a gente faz se o cara só gosta mesmo das TORTAS, das PERVAS? A gente entorta também? rsss

Olha, mulherada, nada sério não, vamos tratar o assunto com bom humor, vamos rir da tragédia (?), já que chorar não adianta mesmo. Vocês juram que dão o pé na bunda do marido, noivo, namorado, se descobrirem que eles andam "costurando pra fora" com uma daquelas bem biscate mesmo?

Como dizia meu (falecido) tio (que Deus o tenha em sua infinita glória): "Quando eu ficar velho quero uma BENGALINHA"... falou e disse tudo, tio! É o que todos querem... (será?) Mas por quê, hein?????

(escrito por Zailda Mendes)

Eu e minha boca grande

Já te aconteceu de dar um fora daqueles, mas daqueles bem fora mesmo, daqueles que a gente depois não sabe como consertar? E vai explicar depois, que não é bem isso que a gente quer dizer...

Eu já disse aqui que falo demais, e segundo minha saudosa avó, quem fala demais dá bom-dia a cavalo. Pois é, dá bom-dia, boa-tarde, boa-noite... Mais de uma vez eu disse coisas que depois não tinha como consertar. E fora é coisa do capeta, se você tenta consertar aí é que fica feio mesmo. E normalmente nascem daquelas conversas que nem tem razão de ser, perfeitamente dispensáveis.

O fora mais antigo que consigo me lembrar, que deve ter se dado logo no início de minha carreira de "forista", foi na quinta série. Estávamos eu e uma colega de escola, enorme ela por sinal, muito maior que todas da minha classe, um verdadeiro monstro, sentadas no banco de reserva na hora da Educação Física, assistíamos ao jogo, quando o seguinte diálogo se passou:

- Jogam bem as meninas, né?

Como ela nunca me dera bola, apressei-me a concordar, claro que jogavam muito bem sim.

- E o que você acha da Marisa?

Naturalmente queria saber das qualidades técnicas da garota, mas a tonta aqui que tava com a tal Marisa atravessada (a guria não me passava) e com a santa honestidade que Deus me deu (em má hora, diga-se de passagem):

- Ah, uma vagabunda!

E ante os olhos atônitos da colega dois-metros-maior-que-eu-tanto-em-altura-como-em-largura, fui desfiando o que eu realmente achava da dita cuja. Infelizmente, empolgada com a descrição das "qualidades" da mencionada jogadora, nem percebi os olhos dela, esbugalhados de espanto.

Quando acabei de falar ela, lívida, me explicou:

- Marisa é minha sobrinha, sou irmã caçula da mãe dela. E me espere na saída da escola.

Fiquei ali, atarantada, perguntando que mal eu fiz pra Deus, imaginando alguma doença, qualquer coisa que pudesse ser forjada a fim de ir embora mais cedo pra casa, adiando assim o tal encontro "na saída da escola".

Bem, não deu. Na saída a tal colega me esperava com seu uniforme que mais parecia uma barraca de camping de tão grande que ela era e uma cara de botar medo aos capetas no inferno.

Surra? Claro que levei, e das boas, e mais ainda teria apanhado se não tivesse aproveitado um momento de hesitação dela (foi tomar fôlego pra me bater mais ainda) e seu tamanho avantajado e não tivesse escapado passando por debaixo das pernas dela. E corri, hein? Meu Deus, como eu corri...

Depois desse, dei muitos outros foras, de maior ou menor gravidade, claro que com consequências (físicas, pelo menos) menores e menos doloridas. Mas eu não sou a campeã, tenho uma amiga que se poderia chamar de "Rainha dos Foras". E não se emenda, dá um atrás do outro.

Há uns anos, na Festa do Peão da minha cidade, ocasião em que todas as entidades armam lá sua barraca pra vender alguma coisa e arrecadar fundos, essa prezada amiga dançou e bebeu a noite toda, lá pelas tantas, já meio "alegre", chegou numa dessas barracas, bateu com a mão na mesa e exclamou, em alto e bom som:

- Quero uma cerveja, mas que seja uma cerveja bem gelada, de cerveja quente eu já to cheia!

Todos nas mesas vizinhas pararam com seus copos no ar, olhando-a. Ela não entendeu nada até que se aproximou dela uma mocinha, e em voz mais ou menos baixa lhe disse:

- Moça, aqui é a barraca da Liga Anti-alcoólica. Só temos refrigerante. A senhora não quer uma Coca-cola?

Ela não queria. Saiu de lá aos trambolhões, procurando um buraco pra se enterrar.

(escrito por Zailda Mendes)

Como passar um dia agradável em frente à TV, se você é mulher

Um feriado prolongado me pegou de surpresa outro dia com uma tarde inteirinha sem nada pra fazer. Fato raro, imaginei logo algo de interessante pra passar o tempo e liguei a "máquina de fazer doido", como bem já definia a tia Zulmira, do Stanislaw Ponte Preta.

Dei de cara com um programa dirigido provavelmente a mulheres masoquistas. Horrorizada assisti durante quase meia hora às mais bárbaras e desumanas torturas a que uma mulher pode se submeter pra ficar em forma. Gente, se Hitler tivesse televisão com certeza os judeus teriam sofrido muito mais em suas mãos. Corri pra mudar logo de canal tão logo a visão aterrorizante de mulheres gordas e cheias de celulite se acabando de tomar choques em tudo quanto era lugar tornou-se insuportável.

O programa seguinte falava sobre culinária e isso aliado a todas as dietas e exercícios torturantes que eu assistira boquiaberta me fez abrir ainda mais a boca e buscar algo pra comer na minha cozinha. Com sentimento de culpa que só  as mulheres poderão entender, o mesmo que nos aflige cada vez que comemos um bombom escondido (como se comer escondido não engordasse...) acompanhei atenta às mais loucas misturas de ingredientes tão estranhos quanto os que faziam parte das receitas mirabolantes dos alquimistas de outrora. Desanimada com minha santa ignorância troquei novamente de canal.

Uma mulher calma e bonita dirigia o próximo programa, mas o que é bom dura pouco, logo descobri que o tal programa era a mais deslavada baixaria. Faziam aquilo que antigamente chamávamos de "lavar roupa suja" ali, bem debaixo do meu nariz. Mães espinafravam os filhos, maridos diziam com todas as letras porque a amante era bem melhor que a mulher, um verdadeiro circo de horrores. E eu fiquei me perguntando o que leva um ser humano a se expor assim na TV.

Já deprimida, continuei passando os canais até que encontrei um repórter que contava os capítulos de novelas que nunca vi. Não entendi nada. Não sei se meu QI emperrou, mas aquilo tudo que ele contava me parecia uma barafunda confusa de nomes e situações mirabolantes que jamais em tempo algum poderiam acontecer. Se Shakespeare tivesse TV teria imaginado algo bem menos prosaico que veneno pra Romeu e Julieta... Quem sabe? Talvez ele sofresse de falta de imaginação...

Dei à TV todas as chances que minha paciência permitiu mas no final das contas descobri uma maneira ótima de passar uma agradável tarde em frente a ela: botei os pés na poltrona, coloquei um CD pra tocar e simplesmente deixei-a desligada. Tive uma tarde agradabilíssima. Tente você também, qualquer dia destes.

(escrito por Zailda Mendes)